sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Suspeita de integrar quadrilha que matou empresário em Brejinho morre em troca de tiros com a polícia.

No início da tarde desta quinta-feira (05),  a menor F.A.P. de 17 anos, morreu após trocar tiros com a polícia no município de São José de Mipibu. Ela é acusada de participar da morte do empresário Reinildo Francolino de Aguiar, 45 anos, na última terça-feira em sua residência situada em frente ao Mercado Público, no centro do município de Brejinho.

Segundo informações do tenente PM Gadelha, a polícia foi informada de que a mulher estava em um sítio na comunidade rural Pau Brasil junto com outro suspeito e a polícia foi ao local.

Ao realizar a abordagem, os policiais foram recebidos a tiros de pistola .40 que estava com a dupla. Alguns tiros chegaram a acertar um sargento da PM no colete a prova de balas. A mulher foi atingida por alguns tiros e foi levada para o hospital, mas não resistiu. O outro suspeito, identificado como Chaguinha, também teria sido atingido por disparos, mas conseguiu fugir. A polícia continua realizando diligências.


A polícia recuperou as duas pistolas que têm registro de uso exclusiva da Polícia Militar do RN. O Major Tavares, comandante do 8º Batalhão, disse que  fará um trabalho para identificar a unidade a que pertencem as armas.

O terceiro envolvido já foi identificado, trata-se de Valdiclei Sousa do nascimento, vulgo Gueguei. A polícia chegou a identificação dos acusados, após o suposto taxista, preso na noite da terça, revelar que fazia parte do bando.

Por Júnior Campos
Com DNOnline e 8º BPM-RN

Postar um comentário