domingo, 8 de janeiro de 2012

Belém-PB. Em domingo sangrento, casal é alvejado por disparos de arma de fogo. Mulher morre.

Uma mulher morreu e um homem ficou ferido após serem alvejados por disparos de revolver calibre 38 em frente à residência onde moravam na tarde deste domingo (08) em Belém- PB.

Joedes Ferreira e Maria das Dores do Nascimento, “Dorinha”, de 35 anos, residentes na Rua Boa Vista, estavam saindo de casa em uma moto Honda, CG 150, Cor prata, placas, MNI 9791-PB, quando foram alvejados por disparos de arma de fogo.

Os dois foram levados para o hospital distrital de Belém-PB. Dorinha não resistiu aos ferimentos e morreu, já o Joedes foi socorrido para o hospital de emergência e trauma, em João Pessoa, e não corre risco de morte.

O autor dos disparos, Felipe José dos Santos, 29 anos, residente em frente a casa das vítimas, foi preso pela polícia, graças a uma ligação anônima, quando se escondia  em uma   residência  na Rua  Abdias Machado.

A polícia encontrou com o acusado o revolver utilizado no crime e cerca de doze munições intactas, além de algumas deflagradas.

Felipe declarou que agiu em legítima defesa. Disse que Joedes sacou uma arma e antes que a vítima efetuasse algum disparo, resolveu alvejar o casal. A richa entre as famílias vem  se estendendo há dias.       

Felipe contou que há cerca de dois meses está morando na mesma rua das vítimas. Revelou que recentemente Dorinha tinha caluniado e difamado a honra de sua esposa, a acusando de traição. O caso foi parar na delegacia, mas Dorinha não se apresentou para prestar depoimento quando o Delgado a intimou, o que para Felipe, só demonstrou que tudo não passou de  calúnia e difamação, por parte de Dorinha. Este teria sido o motivo torpe para o crime.  

Dr. Diógenes, delegado de Polícia Civil, disse que Feilpe responde por homicídio qualificado, formação de quadrilha e tentativa de homicídio.  Todos os crimes praticados em Recife-PE, de onde o acusado é natural. 

Destaque

A prisão do acusado foi realizada pelo Cabo PM C. Alberto, Soldado Assis e o Soldado Gustavo; apoiados pela Força Tática/2ª Cia. Comandada pelo Sargento Valdir e pelo Choque/4º  BPM-PB, comandado pelo Sargento Pereira.  

Joedes sendo tranferido para o trauma
Local do crime

Momento da prisão

Marcas de bala pela parede

Acusado  sendo preso

Apoio  da Força Tática e do Choque

Arma usada no crime  e munições apreendidas

Acusado - Felipe; SD Assis,  CB C. Alberto e  SD  Gustavo

Por Júnior Campos           
Postar um comentário