domingo, 22 de janeiro de 2012

RN - Novo diretor de Alcaçuz quer relatório completo sobre condições precárias da unidade

(Foto: Thyago Macedo)
O novo diretor da penitenciária estadual de Alcaçuz, tenente-coronel Zacarias Figueiredo de Mendonça Neto, vai assumir o presidio oficialmente nesta segunda-feira (23) e uma de suas primeiras atitudes será elaborar um relatório sobre as condições precárias da unidade. A nomeação do oficial da PM para o cargo foi publicada no Diário Oficial do Estado, neste sábado (21).
 
O anúncio da mudança em Alcaçuz, no entanto, tinha sido feito na sexta-feira (20) e no mesmo dia tenente-coronel Mendonça já esteve na penitenciária para analisar o trabalho que terá pela frente. “Fiz uma análise prévia e é que vou preparar um relatório completo para enviar à Coordenação da Administração Penitenciária”, ressaltou.

Por enquanto, o tenente-coronel afirma que observou problemas pontuais na estrutura da penitenciária que precisam serem solucionados o quanto antes. Algumas guaritas, por exemplo, precisam passar por reforma, tendo em vista que em dias de chuvas não oferece condições de trabalho para os policiais, pois entra muita água.


O problema da falta de PMs nas guaritas é um dos problemas apontados para a facilitação de fugas na unidade, seja por túneis ou através dos muros. Na noite da quinta-feira, por exemplo, quando os 41 detentos escaparam, as guaritas da parte dos fundos de Alcaçuz estavam sem ninguém. Ontem, o comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, prometeu ativar todas as dez guaritas.


Outro problema da maior penitenciária estadual é a insatisfação por parte de alguns agentes. Sobre este assunto, o novo diretor de Alcaçuz disse à reportagem que pretende estabelecer um bom diálogo com a categoria. “Vamos tentar ter o melhor relacionamento possível. Meu trabalho é, na verdade, apoiar ao serviço deles”, completa o tenente-coronel Mendonça.


O vice-diretor do presídio, o agente Wellington Marques, também foi exonerado do cargo nesta sexta-feira. Para o lugar dele, o secretário estadual de Justiça e Cidadania, Fábio Hollanda, determinou a ida do major da Polícia Militar Francisco de Assis Ferreira dos Santos.

Com Thyago Macedo/Portal BO
Postar um comentário