sábado, 2 de julho de 2011

Prefeito de Dona Inês responde à denúncias sobre sua administração

A Prefeitura Municipal de Dona Inês-PB, vem por meio deste, esclarecer o que consideramos factóides publicados pelo Blog Polêmica Paraíba, no dia 28 de junho, e repercutidos em alguns meios de comunicação da região.

Primeiramente, destacamos que, todo o conteúdo difamatório que foi publicado, tem cunho totalmente político, onde nossos adversários de plantão ainda não desceram do palanque e tentam a todo custo usar de artimanhas caluniosas e a todo tempo distorcer e maquiar as ações e obras dessa gestão.

Criticam o fato de a nossa gestão contratar aos proprietários, da cidade, seus tratores, implementos agrícolas e o serviço para o corte de terra dos pequenos agricultores. Pelo visto, nossos adversários são contra o corte de terra para todos, pois não é de se admirar que no tempo em que eles estiveram à frente da prefeitura o corte de terra era dado apenas a quem neles votassem. Perseguiram ao máximo que puderam àqueles que discordavam politicamente de seus ideais.

De 2009 a 2011 já investimos mais de 220 mil reais no corte de terra, sendo beneficiados, mais de 1.200 agricultores e atingindo mais de 3.600 hectares de terra, sem que fosse imposta declaração de voto.

Distorceram também o fato da prefeitura ter contratado, legalmente, profissionais especializados para a execução de trabalhos de assessoria nas áreas da saúde e da educação, passando, de forma trapaceira, a imagem de que os profissionais não prestavam os serviços, só pelo fato deles serem parentes de políticos, fato que não os desclassificam ou os tornam desprovidos de tal capacidade profissional.

Em mais um parágrafo difamatório da matéria, eles nos acusam de beneficiar os supostos aliados políticos com a contratação de serviços e venda de produtos. Ora, toda Dona Inês é sabedora de como eram os procedimentos ocultos de compra no tempo deles, só quem fornecia à prefeitura eram empresas de fora da cidade, para que não deixassem pistas ou evidências de possíveis negociatas. Eles não mencionam que, a compra de medicamentos, no período deles, era feita à empresa do então vice-prefeito Elmo José. Mas não estamos aqui para atacar ninguém e sim mostrar o que fizemos pelo povo de Dona Inês. Em termos comparativos, nos dois últimos anos da gestão passada, nossos adversários compraram apenas 82 mil reais nas empresas sediadas na cidade de Dona Inês, demonstrando o total desprezo aos empresários locais.

Muito diferentemente, nossa gestão, que tem o compromisso de desenvolvimento e fomento do empreendedorismo local, já injetou no comércio de Dona Inês mais 1.400.000,00 (Um milhão e quatrocentos mil reais), na compra de produtos e serviços, representando 16 vezes mais dinheiro circulando no comércio local em relação aos dois últimos anos da gestão de nossos adversários. Caluniaram de forma baixa, o fato de a Prefeitura abastecer sua frota no ÚNICO posto de combustível existente na cidade. Que, apesar de pertencer à irmã do atual vice-prefeito, foi fundado por ELA desde o ano 2000, ou seja, muito antes do início do nosso mandato, em 2009. O referido Posto ganhou uma disputa licitatória, legalmente, concorrendo com vários outros postos de combustíveis da região, licitação esta, aprovada pelo Tribunal de Contas do Estado, que é o órgão competente para o julgamento dos atos administrativos.

A matéria, caluniosa, não menciona que de 2001 a 2008, quando eles estavam no poder, o combustível era comprado a um posto na cidade de Belém e armazenado, ilegalmente, na garagem da prefeitura, desprestigiando a empresa local, deixando de gerar impostos, renda e emprego no município, além de oferecer perigo aos funcionários e moradores vizinhos à garagem. Induziram de forma covarde e ofuscaram as ações desenvolvidas pela nossa gestão, quando mencionaram o aumento no consumo de combustível, que passou de 270 mil reais em 2009 para 336 mil reais em 2010 e ainda mentiram ao citar que nossa frota diminuiu onde, muito pelo contrário, adquirimos 08 novos e importantes veículos, com investimentos de mais de 550 mil reais, dentre eles: 01 ônibus escolar, 01 Fiat Uno, 01 Van Ducato, 01 Pickup Fiat Estrada, 01 S10 Cabine Dupla, 02 Ambulâncias Doblô e uma moto Honda Fan 125. Outro fato que aumentou o consumo de combustível, foi que ao assumirmos a prefeitura, democratizamos o acesso ao transporte público. Transportamos, sem olhar a quem, de 2009 a 2010, mais de 9,7 mil pessoas para os grandes centros, em busca de tratamentos e exames médicos. Foram percorridos mais de 147 mil KM, salvando vidas. Se no passado, as chaves dos carros eram guardadas num cofre no gabinete do ex-prefeito, hoje elas estão nas mãos dos seus verdadeiros donos: O POVO.

Com relação ao trator PATROL, o referido veículo sofreu um acidente no dia 22 de dezembro de 2010, sendo pago o seu combustível referente aos dias de 1 a 21 de dezembro de 2010, no mês de janeiro de 2011.

Nossos adversários distorceram os fatos, alegando que, teria sido pago combustíveis usados em janeiro de 2011, o que na verdade é uma verdadeira mentira. Sabem eles que, na gestão pública toda despesa realizada em um mês, é empenhada, e o seu pagamento é realizado no mês subsequente. Portanto, esperamos que os esclarecimentos trazidos nessa nota, sejam suficientes ao povo de Dona Inês e aos meios de comunicação, para que, de uma vez por todas, percebam quem está do lado da população Donainesensse, lutando pelo seu progresso e quem tenta a todo custo difamar e disseminar o ódio e o rancor nos corações das pessoas. Em breve, será lançado um informativo municipal impresso, sendo uma prestação de contas de tudo o que foi feito de 2009 a 2010, trazendo de forma clara e verdadeira as ações em prol da coletividade.

Um abraço a todos, e tenham certeza que continuaremos Semeando um Futuro Melhor.

Obs.:A nota foi assinada pelo gestor do município, Antônio Justino

Com Ascom/PMDI



Postar um comentário