quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Guarabira-PB. Comandante apresenta Análise estatística e criminal do 4º BPM-PB/Ano 2011

O comandante do 4º BPM-PB, Ten. Cel. Ysmar Mota, reuniu oficiais e imprensa para apresentar um Raio X da segurança  pública da região do brejo e  curimataú paraibano através  de  uma análise  estatística  e criminal. O evento aconteceu no auditório do SESC/Guarabira, brejo paraibano.
 

O comandante fez questão de destacar que os dados apresentados não representam uma precisão da realidade, isso em virtude de muita gente não informar a PM as ações criminosas sofridas. Para isso o Capitão Jarbas alertou para que as pessoas que sofrem algum tipo de violência que informem através do 190 para  que a polícia  posa ter um mapeamento daquilo  que  de fato existe.


Ten. Cel. Ysmar Mota destacou as ações nas apreensões de armas e drogas; contesão de rebelião e recaptura de presos. Frisou os projetos desenvolvidos pelo batalhão. Como o PROERD; Violência contra mulher, desenvolvido no conjunto do mutirão/Guarabira; concurso de redação na semana da pátria e outros.


Em Guarabira houve uma redução de 26% nos homicídios em relação ao ano de 2010, redução esta que não aconteceu na região que compõe todo o 4º BPM-PB que, te vê um aumento na ordem de 4% a 5%.


O capitão Jarbas apresentou o software SIMEC – Sistema Integrado de Monitoramento Estatístico-Criminalum modelo de monitoramento das ações criminosas que facilitará a identificação dos pontos críticos em toda a área a que pertence ao Batalhão. O sistema controlado por um softwear dará um raio  X de  forma  imediata, permitindo que  a polícia identifique ainda o perfil dos criminosos e  das vítimas. O programa passará a funcionar a partir de janeiro de 2012.


De acordo com o relatório apresentado houve um aumento no roubo a motos, principalmente na zona rural. Para conter este aumento o comandante disse que já comunicou a secretaria de segurança pública e solicitou condições para o trabalho na zona rural.                                                                  

O comandante avaliou positivo o ano 2011, considerando, algumas dificuldades enfrentadas em sua administração. 


Encerrou  dizendo que com o relatório em mãos, irá  traçar planos para coibir práticas   criminosas e  identificar  autores de crimes na região.

Por  Júnior Campos
Postar um comentário