terça-feira, 29 de janeiro de 2013

NOVA CRUZ-RN. Vereadora diz porque deixou a bancada de sustentação do Prefeito Cid Arruda

Vereadora Fátima Costa, eleita com 1.174 votos, ao lado do Prefeito Cid Arruda, nas eleições de 2012, participou do Jornal da 99/1ª Edição desta terça-feira (29) e relatou o que motivou sua saída da bancada situacionista.


A vereadora disse que, ao lado do seu esposo e amigos, apoiou Cid Arruda com muita garra e compromisso. “Buscamos, corremos atrás, vestimos a camisa e fizemos a nossa parte.” O compromisso do prefeito para com o PT era de que Ronaldo, esposo da vereadora, o ajudasse e que em troca, o prefeito indicaria Ronaldo para a pasta de agricultura. “O compromisso foi firmado em minha casa.” Passada as eleições, após a vitória, tudo teria mudado. “A prepotência e o poder subiu a sua cabeça.” Comentou a vereadora se referindo a Cid Arruda.

Disse que sentiu dificuldades para conseguir votos para Cid e que a vitória do Prefeito foi um resultado do desgaste de Flávio Azevedo.

A vereadora foi mais dura quando disse que, “Um homem naquela idade, não cumprir com as promessas, fica meio deselegante.” Declarou a vereadora, com tom de insatisfação, acrecentando que, "A tragetória de traição não é minha, pelo contrário." Encerrou.

O relacionamento entra a vereadora e o prefeito, está mesmo desgastado, e a vereadora sinaliza para uma oposição ferrenha.



Por Júnior Campos
Postar um comentário