domingo, 4 de março de 2012

BANANEIRAS-PB. Homem é executado com tiro de espingarda em emboscada

Ainda não eram 20h00. O clima era de festa na casa da família de Max. Amigos e familiares festejavam o aniversário do filho daquele que momentos depois estaria morto.

Max deixou a festa para ir até a casa de um conhecido nas proximidades do Túnel. De acordo com informações de uma testemunha, o objetivo era combinar uma pescaria para o domingo (04). Acompanhado pelo cunhado e uma outra pessoa, Max se dirigia para a casa deste conhecido quando em um ponto da Rua do Túnel foi vítima de uma emboscada. O homem foi alvejado por um disparos de arma de fogo na altura do pescoço. Os dois que acompanhavam Max correram e não foram alvejados.

Luciano dos Santos Ferreira, 22 anos, residente em Bananeiras, cunhado da vítima, que o acompanhava, relatou que voltou logo após o disparo e ainda tentou prestar  socorro à vítima. Max Emannuel Girão de Brito, 21 anos, residente na Rua Antônio Coutinho, em Bananeiras, não resistiu ao ferimento e morreu no local.

O acusado do disparo se evadiu sem deixar pistas.  Para o Delegado de Policia Civil, Dr. Ricardo Sena, plantonista do dia, o crime é característico de execução.

A vítima já teve passagens pela polícia, mas não há informações de envolvimento com drogas.

Dr. Ricardo Sena ouviu os dois homens que acompanhavam Max no momento do homicídio, mas disse não poder revelar detalhes dos depoimentos.

Este é o segundo assassinato que ocorre este ano na cidade de Bananeiras com Características de execução. Nos dois casos não há informações com relação a autoria dos crimes. (Primeiro caso).

Em 2011 houve uma série de execuções que deixou a população assustada. Foram  mais  de  dez casos.
 

 











 Por Júnior Campos
Postar um comentário