quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Santo Antônio-RN. Prefeito do município responde à denúncias e debate sobre as problemáticas do município

A equipe do jornal da 99/2ª Edição visitou o município de Santo Antônio, agreste potiguar, no dia 24 de Janeiro de 2012, de onde foi gerado o programa jornalístico.

Nesta quarta-feira (01) nossa equipe de reportagem voltou ao município para conversar com o chefe do executivo municipal, Dr. Gilson. O prefeito respondeu à denúncias e esclareceu alguns questionamentos da população e da equipe de jornalismo da Talismã FM.

“Por ser filho desta terra eu assumi esta gestão com muita expectativa”. Iniciou Dr. Gilson, lembrando que todos conhecem sua história.

Sobre a situação crítica em que vivem alguns moradores do Bairro Saturnino, desassistidos de saneamento básico, Dr. Gilson disse ser solidário com a situação em que aquela comunidade vive. Ressaltou que por ser médico, lamenta que algumas pessoas estejam adquirindo doenças devido a situação de risco em que se encontram.

Acrescentou que ao assumir a prefeitura municipal encontrou mais de 60 Ruas sem nenhum tipo de pavimentação. Destacou que em sua gestão já pavimentou cerca de 22 Ruas, o que já considera um avanço. 

Dr. Gilson disse que para atender a todas as ruas, é preciso recursos que chegam a cerca de 11 milhões de reais. Frisou que alguns projetos ainda não foram encaminhados para o Governo Federal por depender de um plano de saneamento que é feito em conjunto com a CAERN. “Desde 2009 que tento fazer este plano e a CAERN vem dificultando.” Disse.

Sobre algumas denúncias que envolveu a secretaria de educação do município, a secretária de educação, Conceição, disse que um dos problemas enfrentados pela sua secretaria é a frota de ônibus que, não é suficiente para atender a demanda. Sobre atraso a pagamentos a transportes que prestam serviços a secretaria, Conceição disse que o problema está no convênio com o Governo Federal que, por equívocos no repasse de informação, os recursos têm deixado de chegar ao município.

 Sobre os pontos positivos a secretária destacou o apoio que a gestão dá aos universitários, disponibilizando transportes para todos os alunos que estudam em outros municípios.  Ressaltou ainda o fim do transporte estudantil em Pau de arara. “Em três anos, dois ônibus foram adquiridos e foi erradicado o pau de arara.” Destacou.

Com relação a falta de espaço para a prática de esportes no município e as péssimas condições em que se encontram ginásios poliesportivos na cidade, o Secretário de Esportes, Cultura e Turismo, Zé Maria, disse que os problemas foram herdados de outras gestões. 

O tempo não foi suficiente para ser debatido todas as questões do município. Vários torpedos e várias ligações não tiveram como ir ao ar, devido o tempo que foi insuficiente, ficando para uma próxima, a continuação do debate.

Por Júnior Campos
Postar um comentário