sábado, 4 de fevereiro de 2012

A exemplo da Bahia, policiais da Paraíba podem entrar em greve durante o carnaval.

JC - Rapaz que moido da gota na Bahia. Tu viu quantos crimes já ocorreram durante esta greve!

PM - Vi  sim. E vou  te  dizer "visse"  Mago,  a gente também tem tudo para entrar em  greve durante o carnaval.

O que você  leu acima foi parte de  um diálogo que  tive  com um Policial Militar na tarde desta sexta-feira (03). O  papo me deixou preocupado. 

O estado da Bahia tem vivido nos últimos dias um verdadeiro caos. Os disgraminhas estão  se aproveitando da greve  dos  polciais  para agirem. Para você  ter uma ideia, só na sexta-feira (05) foram registrados 28 homicídios, além de dez tentativas de homicídios. Neste sábado (06), mais um assassinato foi registrado no início da madrugada.

A greve de parte dos PMs-BA foi decretada na noite de terça-feira (31). A Secretaria de Segurança Pública estima que 1/3 do efetivo total, de 31 mil, esteja parado. Os policiais grevistas são vinculados à Associação de Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia (Aspra), que organiza a mobilização, e desobedecem ordem judicial que determina retomada às atividades.
  
Me recordo que no ano passado os militares da PB já fizeram uma paralização, mas o problema, parceiro,  é que  com essa  onda  de violência que vem  crescendo assustadoramente, a coisa pode fica bem pior.

Na Paraíba o s militares reivindicam a elaboração e aprovação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) das categorias, benefício incluído na proposta de campanha do governador Ricardo Coutinho (PSB), quando candidato ao cargo.

Vamos  torcer para  haver  um entendimento do governo do estado com a classe, para que  tenhamos um  carnaval de muitos homens nas Ruas.

Polícia  na Rua. Cidade Segura.

Por  Júnior Campos
Postar um comentário