segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Sessão em Araruna é marcada por discussões em torno da polêmica "suplementação orçamentária"

Na última sexta-feira (11) os vereadores do município de Araruna, curimataú paraibano, voltaram a discursar o polêmico projeto de suplementação orçamentária.


A discussão vem se estendendo há dias e, até está sexta-feira (11), nada foi resolvido. Os vereadores de oposição alegam que a falta de esclarecimento para da real utilização da suplementação Orçamentária que, só veio chegar a casa na tarde desta sexta-feira, é que está provocando todo entrave na votação do projeto. 


Para o vereador, Iran Motos, aliado político da senhora prefeita Vilma Maranhão, o impasse se dá por questões políticas. “Isso é rivalidade política. A suplementação é algo de direito do poder executivo. Não há nada demais nisso. O que vejo é somente uma questão política por parte de vereadores da oposição.” Disse Iran.  


Para o Dr. Antônio de Sousa, consultor do município, não há problemas na votação da suplementação orçamentária. “A prefeitura não quer dinheiro, quer autorização para pegar uma dotação, que não foi utilizada em uma determinada rubrica, e aumentar na despesa de pessoal.” Esclareceu. “Há uma deliberação de manifestação de uma rixa pessoal entre os vereadores de oposição.” Concluiu.


Dr. Antônio disse ainda que com esse impasse quem está perdendo são os servidores.


É esperado que na próxima sexta, a matéria seja colocada para votação.

Por Júnior Campos
Postar um comentário