quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Polícia civil do brejo paraibano recupera veículo roubado no RN.

Uma informação levou a Polícia Civil do brejo da Paraíba a recuperar um carro roubado no Rio Grande do Norte. O roubo aconteceu no dia 11 de Jan/2011, ao taxista Francisco de Assis Dantas, residente em Currais Novos-RN, de onde foi tomado por assalto o seu veículo.

A ação do GTE teve início na manhã da última quarta-feira (14), após informações darem conta de que o veículo roubado estava circulando na região do brejo.

Por determinação do superintendente da 3ª regional, Dr. Norival Portela, agentes do Grupo Tático Especial, deram início a investigações e localizaram o veículo Versailles, ano e modelo 94, cor dourada e placas MX Z 1687-RN com Severino Paulo da Costa, conhecido como Baby, na Rodovia PB-073 na saída de Guarabira para Pirpirituba, em uma sucata.

Edson
Baby que, já é conhecido da polícia, disse que tinha adquirido o veículo de um homem, identificado como sendo Édson Ramos dos Santos, residente na Av. Conde no bairro Tibirí, na cidade de Santa Rita-PB que, também, negocia com carros sucateados.

A equipe do Grupo Tático Especial da 3ª Superintendência regional da Polícia Civil, sediado em Guarabira, foi até a cidade de Santa Rita e lá, Edson informou que comprou o veículo a um senhor da cidade de Canguaretama-RN.

O GTE se dirigiu para o Rio Grande do Norte e chegou até o senhor de 68 anos, Raimundo Ferreira de Lima que, reside na Rua projetada sem número, Bairro Jiquicampo, Canguaretama-RN.

O aposentado disse que comprou o veículo a desconhecidos pelo valor de R$ 1.500, mais uma TV de 14 polegadas, ficando acertado que depois pagaria mais R$ 400,00. Seu Raimundo acrescentou que os dois homens que fizeram o negócio não retornaram mais para pegar o restante do dinheiro.

A polícia não encontrou elementos que pudessem indiciar o aposentado. Porém, Baby e Édson foram autuados por receptação de produto roubado. Após pagarem fiança foram liberados.

O veículo está à disposição da justiça para ser feito a perícia (exame químico-metalográfico) para depois ser devolvido ao proprietário de origem. A polícia localizou ainda o quite de gás natural que, já havia sido negociado.

A documentação (inquérito) será encaminhada a Delegacia Especializada na Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas do RN (DEPROV) para a conclusão das investigações.

Por Júnior Campos
Postar um comentário