terça-feira, 6 de setembro de 2011

Imagens fortes. Jovem morre vítima de incêndio em lixão de Belém-PB.

Um incêndio no local onde é armazenado o lixo produzido pelos moradores da cidade de Belém, no brejo paraibano, culminou na morte de um jovem de 22 anos, que desde os sete vivia entre o que era desprezado pela sociedade.

No lixão, que fica a cerde 3km da cidade, na rodovia que liga Belém a Caiçara, Leonardo Severino Paulino dos Santos e seu irmão identificado apenas como Almir, viviam a 15 anos sob a proteção de um barracão; outras quatro famílias encontram-se na mesma situação.

Segundo relatos de Almir, na noite de ontem (5) os irmão ingeriram bebida alcóolica e foram dormir; como não há energia elétrica no local, as famílias usam velas para iluminar os barracões, isso teria motivado o incidente.

Ainda conforme Almir, que está hospitalizado, não foi possível perceber o momento que a vela causou as chamas e nem salvar seu irmão. Leonardo teve o corpo totalmente queimado pelas chamas que rapidamente tomou conta do barracão.

Segundo informações, os irmãos são oriundos da cidade de Pilar e tiravam o sustento do que catavam em meio ao lixo.



Em destaque uma imagem de Nossa Senhora Aparecida acima da cabeça da vítima

Várias barracas estão montadas no lixão onde famílias vivem em situação desumana



Por Júnior Campos
Texto - Tony Sousa/Nordeste1
Postar um comentário