quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Belém-PB. Sessão tumultuada pode definir futuro do legislativo

Amigo leitor, só agora tive tempo de falar sobre a sessão da Câmara Municipal de Belém da noite desta terça-feira (13), onde o destaque ficou para a apresentação do projeto que diminui o recesso dos vereadores que, até então era de seis meses.

O Padre Marinaldo conseguiu levar para a casa do legislativo no município um grande número de pessoas, como denunciam as imagens. Embora muitos tenham ido pelo ‘moido’, o fato é que a pressão sofrida pelos vereadores foi grande. Tamanha pressão fez alguns vereadores perderem o controle da situação e falarem coisas desnecessárias para o momento.

Deixando de lado as incoerências, comuns para alguns, nos remetemos ao foco da sessão.

A grande expectativa estava no posicionamento dos vereadores e, sem muitas surpresas, ao apresentar o projeto de diminuição do recesso, os vereadores elogiaram a atitude do Pe. Marinaldo e disseram votar a favor do projeto sem nenhum problema. A votação acontece na próxima terça-feira (20).

Há muitos anos o recesso é de seis meses. A vereadora Betânia disse já ter apresentado projeto semelhante. O ex-vereador, Dé de Rua Nova, também assegurou que apresentou o projeto por duas vezes. Frustração nas duas apresentações.

Na presença de toda aquela multidão, nenhum vereador se arriscou a ir contra as ideais do pároco de Belém-PB. Não é qualquer um que vai contra o povo e, o padre representava o povo. Porém, bastou o fechamento da sessão para ouvirmos comentários de insatisfação pelo posicionamento do Padre. Não faltaram críticas direcionadas ao que dissera Pe. Marinaldo quando usou da tribuna, por convite do presidente da casa, Vereador Zé Santana.

De seis meses e recesso cairá para três. Pelo menos é o que ficou acertado por parte do presidente da casa.



Por Júnior Campos
Postar um comentário