sexta-feira, 11 de março de 2011

Caiçara-PB. Prefeito chama dissidentes de oportunistas, mas diz que a expulsão do PMDB é ato radical



O prefeito de Caiçara, Hugo Antônio (PMDB), denominou durante entrevista ao PolíticaPB, de puro oportunismo político a postura adotada pelos dissidentes do seu partido, a exemplo dos ex-deputados estaduais, Iraê Lucena e Quinto de Santa Rita, durante as eleições passadas. Contudo, ele disse que é contra a expulsão dos colegas de partido que não seguiram a orientação da legenda de apoiar a tentativa frustrada de reeleição do ex-governador José Maranhão (PMDB).

“Eleição é a cada dois anos. Acabou a eleição acabou a política. Quem ganhou vai cuidar de trabalhar, quem perdeu vai se recolher e trabalhar também. Contudo, eu acho puro oportunismo, me desculpe qualquer companheiro ou companheira que em 15 ou 20 dias antes do pleito muda de posição. Porém, sou PMDB, mas sou contra a qualquer tipo de radicalismo eu sou contra a qualquer tipo de radicalização, como o da expulsão, no caso da infidelidade partidária”, frisou ele.

O gestor do PMDB enfatizou também que até compreende a necessidade do partido de tomar esse tipo de decisão. Mas, ele acredita que a maior punição que os dissidentes podem ter, é a dos seus próprios eleitores, que deixam de confiar nos dissidentes. “Essas pessoas que de última hora mudaram de posição, elas deixam de ter espaço no partido porque as pessoas não confiam mais nelas. Se você perguntar a cada pessoa que votou nesses deputados você vai saber uma resposta. Acabou ali. Na hora que se muda de posição acaba o compromisso com o povo”, acrescentou ele.

Desse modo, o prefeito Hugo aconselhou os dissidentes a deixarem a legenda, porque segundo ele é mais digno do que esperem uma expulsão por parte da direção do PMDB. “Eu acho que eles deveriam reconhecer que não fazem mais parte do PMDB. E assim, usarem a decência e a dignidade de pedir a desfiliação, para então se filiarem ao partido que estão defendendo. Pois, se eu estivesse em uma situação dessa eu pediria para sair de vez do partido”, finalizou ele.

Com PolíticaPB





Postar um comentário