segunda-feira, 14 de março de 2011

Barack Obama vem ao Brasil



O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fará um discurso ao público na Cinelândia, Centro do Rio, no próximo domingo (20). A confirmação foi feita depois de uma reunião, nesta segunda-feira (14), com as presenças do prefeito Eduardo Paes, o governador Sérgio Cabral e o embaixador dos EUA para o Brasil, Thomas Shannon.
 
De acordo com notas divulgadas pelas assessorias da prefeitura e do governo do estado, o evento, que acontecerá à tarde, será gratuito, aberto ao público e direcionado a todos os brasileiros, com entrada a partir das 11h30. O discurso do presidente americano será traduzido.

Mensagens de boas-vindas

O site da Embaixada dos Estados Unidos (www.obamabr.org), que divulga informações sobre a primeira visita do presidente Barack Obama ao Brasil, convida os internautas para que enviem mensagens em formato de vídeo ou texto para dar as boas-vindas ao presidente.

O site sugere que os participantes sejam criativos, “pois poderão ganhar um prêmio”.

Agenda cheia

Barack Obama, terá agenda cheia em sua primeira viagem oficial ao Brasil, nos dias 19 e 20 de março. Em sua passagem por aqui, ele se reúne com a presidente Dilma Rousseff, participa de almoço no Itamaraty e de jantar no Palácio da Alvorada, discursa em um fórum de empresários e ainda visita uma Unidade de Polícia Pacificadora em um morro do Rio de Janeiro.

Acompanhado da mulher, Michelle Obama, e das duas filhas, Malia e Sasha, o presidente norte-americano desembarca na Base Aérea de Brasília às 8h. Por volta de 10h, ele será recebido por Dilma no Palácio do Planalto.


Após a recepção, Dilma e Obama entram no Salão Nobre do Planalto para cumprimentar as delegações dos dois países e tirar fotografias. Às 10h30, Obama e Dilma participam de reunião privada, acompanhados dos ministros de Relações Exteriores dos dois países. A previsão é de que pelo menos dez atos sejam assinados.

Acordos

Entre os acordos está um que permitirá ao brasileiro que vive nos Estados Unidos contabilizar o tempo de trabalho exercido nos dois países para efeito de benefícios de aposentadoria. Com o acordo, o brasileiro residente em território norte-americano receberá, proporcionalmente ao tempo de serviço, aposentadorias dos dois países.

Entre os acordos de cooperação que devem ser assinados, estão ainda um que prevê atuação conjunta dos EUA e do Brasil no desenvolvimento de países africanos e outro que estimulará as trocas comerciais entre os dois países.

Estados Unidos e Brasil também estudam flexibilizar regras de concessão de vistos. No entanto, segundo o Itamaraty, a exigência de visto para ingressar nos Estados Unidos não será extinta.

Após a assinatura de atos, Dilma e Obama farão uma declaração conjunta à imprensa. Por volta de 13h, os dois presidentes se dirigem ao Itamaraty. Antes de almoçar e fazer um breve discurso, eles visitarão o Fórum de Altos Executivos, na sala Ruy Barbosa, no próprio Ministério de Relações Exteriores.

Depois de almoçar, Obama participa, às 14h45, da Cúpula de Negócios Brasil-EUA, no Brasil 21. O evento é organizado pela Confederação Nacional da Indústria. Por volta de 18h, Dilma pode oferecer um jantar restrito ao presidente dos EUA e à família dele no Palácio da Alvorada. Obama segue no mesmo dia para o Rio de Janeiro.


Com G1
Postar um comentário