sábado, 21 de maio de 2011

Repentes e poetas devem virar patrimônios da Paraíba

Um estado rico em poesia como o nosso não pode perder a oportunidade de ter o Poeta Repentista e o Repente como patrimônios culturais imateriais do Estado da Paraíba.


Da net

Temos muitas coisas ruins ocupando o lugar de coisas valiosas como a nossa história que é vista e sentida através de nossa cultura.
 
O Diário do Poder Legislativo (DPL) da última sexta-feira (20.05) publicou o projeto de lei de autoria do deputado Francisco de Assis Quintans (DEM) que declara o Poeta Repentista e o Repente como patrimônios culturais imateriais do Estado da Paraíba.

O deputado justifica a iniciativa lembrando que “o repentista é o criador de um repente (conhecido também como desafio) é uma tradição folclórica brasileira cuja origem remonta aos trovadores medievais. Especialmente forte no Nordeste brasileiro, é uma mescla entre poesia e música na qual predomina o improviso, a criação de versos “de repente”.
 
Para o escritor e pesquisador Guilherme Neto, os cantadores ou violeiros repentistas são cantores populares, poetas e ‘versejadores do sertão’. Luis Torres

Por Júnior Campos com Luis Torres
Postar um comentário