segunda-feira, 9 de maio de 2011

Populares localizam suspeito e polícia o prende.

Nas primeiras horas desta segunda-feira (09) populares conseguiram prender Júlio Pereira da Silva, Júnior, principal suspeito do desaparecimento de Arthur Braz da Silva, Vitor, 7 anos, desaparecido desde a última sexta-feira (06).



Júnior foi encontrado escondido na localidade de Caboclo, a menos de um quilômetro da cidade. De acordo com os populares que, o encontraram, ele estava armado com um pedaço de pau e ainda chegou a pedir para não prenderem, temendo ser morto.

A população em grande número tentou executar o suspeito que, foi retirado da cidade de Dona Inês pela polícia. Levado para uma outra cidade, ele prestou depoimento na tarde/noite desta segunda. Em nenhum momento ele confessou ser autor do desaparecimento de Vitor.

Ana Lúcia, sua esposa, disse em entrevista que, na manhã da sexta-feira, seu esposo teria chamada a criança até sua casa, teria lhe oferecido bananas e em seguida teria ido com ele para a mata. Ao retornar para casa, sem a criança, Ana Lúcia teria perguntado pela criança, e a resposta teria sido grossa. “Ele disse, Car...de criança.” Relatou a mulher.

Outros populares também testemunharam os dois juntos na manhã, antes do sumiço da criança.

Questionado, Júnior disse que todos estão mentindo e que, ele viu o garoto, mas viu de longe. “Eu estava no lixão quando vi ele (Vitor) passar com alguns burros, mas nem falei com ele.” Afirmou o suspeito.

Júnior permanece preso por não ter cumprido com o regime semi-aberto. A justiça vai investigar e apurar o caso do desaparecimento da criança.

Por Júnior Campos
Imagem - Nordeste1
Postar um comentário