domingo, 8 de maio de 2011

Polícia intensifica buscas por suspeito de ser responsável pelo desaparecimento de uma criança.

A noite chegou e foi impossível continuar as buscas pelo principal suspeito de ser responsável pelo desaparecimento de Arthur Braz da Silva, conhecido por Vitor, de apenas 7 anos.

Durante o dia todas as pistas foram importantes para se tentar chegar ao Júlio Pereira da Silva, conhecido por Júnior, de pouco mais de 30 anos de idade.

Pela manhã, um suspeito de participação no sumiço da criança foi levado para a delegacia e lá, assegurou que na última sexta-feira (06), dia em que Arthur sumiu, não teve contato com os envolvidos.

Em conversa com a reportagem da 99, o jovem afirmou que Júnior havia ameaçado a criança de morte. Perguntado sore a razão, o jovem disse que Júnior havia dito que Arthu era um X9 (Pessoa que entrega as outras).

Populares se juntaram ao efetivo da polícia e durante todo o dia acompanharam de perto a operação. Foram mais de 12 horas ininterrúptas. A pé ou de moto a população se juntou na busca.



Todas as pistas levaram a polícia a creditar que o fugitivo estivessse na região conhecida como Chã. Sem medir esforços o Capitão Silva Ferreira adentrou na mata junto com seus comandados e populares; foram mais de três horas de varredura em toda a área. (Ver vídeo acima).

Armados de pau, os populares pareciam estar preparados para licharem o suspeito se fosse encontrado. A revolta envolve a população donainesense de uma forma tão grande, que a própria polícia teme que os populares o encontre primeiro e o matem.

Uma orientação que tem acalmado os ânimos dos populares, é a de que morto, ele não vai poder informar onde  a criança se encontra.





O Capitão Silva Ferreira que, comanda de perto a operação, afirmou que montará campanas nos pontos onde Júnior possa ir para buscar ajuda. "Não vou para enquanto não encontrar este homem. Não importa quantos dias vai levar. Só deixo Dona Inês quando ele estiver preso." Afirmou o Capitão.

O suspeito está sem camisa e sem sandálias. É magro e de cor branca. De acordo com informações de um senhor que mora na Chã, ele apresenta arranhões por todo corpo.
Por Júnior Campos
Postar um comentário