quinta-feira, 26 de maio de 2011

“Isto é uma pocilga.” Diz Pe. Adalto se referindo ao Presídio Regional de Guarabira

Durante a rebelião instalada no presídio regional de Guarabira, capital do brejo paraibano, na noite desta quarta-feira (25) que, durou cerca de onze horas, o Pe. Adalta, membro da Pastoral Carcerária da região, fez fortes declarações.

“Não conseguimos entender como se coloca ser humanos num local como esse.” Declarou o Pe. Adalto. Para o representante da Pastoral Carcerária, o local não apresenta condições alguma para abrigar apenados.
O Padre disse ainda que as condições são desumanas e foi enfático quando disse: “ isto é uma pocilga.”

O Pe. Espera que o local seja isolado e que os apenados possam ser levados para o presídio João Bosco Carneiro que também fica em Guarabira.


Por Júnior Campos






Postar um comentário