quarta-feira, 10 de outubro de 2012

GTE dá continuidade a “Operação Malhas da Lei” e cumpre mais dois mandados de prisão contra homicidas



No final da manhã desta quarta-feira (10) Policiai Civis integrantes do Grupo Tático Especial da 3ª DRPC, chefiados pelo Delegado Ricardo Sena, em conjunto com Policiais Militares do 4º BPM desencadearam mais um Operação “Malhas da Lei”, culminado na prisão de duas pessoas.

O primeiro a ser preso foi o vigia Severino Ramos Pereira, vulgo “Raminho”, o qual é apontado como o autor do homicídio que vitimou Pedro Paulino do nascimento, bem como na tentativa de homicídio que feriu gravemente Manoel dos Santos, fato corrido na noite do dia 06/09/2012 às margens da PB-073, no trecho que liga os municípios de Pirpirituba-PB a Belém-PB, no brejo paraibano.

Para entender melhor o caso, na noite do crime, a vitima Pedro Paulino foi encontrada morta ao volante de um veiculo, cuja porta apresentava diversas perfurações provenientes de arma de fogo, possivelmente uma espingarda Calibre 12. A segunda vitima Manoel dos Santos caminhou até a cidade de Pirpirituba-PB onde recebeu socorro médico. No interior da mala do veiculo das vitimas foram encontrados dois caprinos, os quais posteriormente foram reivindicados pelo o acusado Severino Ramos, que ao comparecer à delegacia alegou que tinha sido vítima de furto naquela mesma noite, porém, não sabia dizer o que tinha acontecido com aqueles dois rapazes com quem foram encontrados os animais. Exames periciais foram realizados e apesar das evidencias, o acusado Severino Ramos ainda nega a autoria dos disparos que vitimaram Pedro Paulino e feriu gravemente Manoel dos Santos!

A segunda prisão ocorreu no município de Dona Inês-PB, na localidade  de Lajedo Preto, onde foi encontrado o acusado Gilberto Fernandes Silva, de 40 anos de  idade, em face de um mandado de prisão da Comarca de Alagoinha, onde o acusado é apontado como o autor do homicídio que vitimou José Geraldo Avelino, fato ocorrido na noite do dia 15/05/2011. Desta prisão participou o Capitão Silva Ferreira e policiais  militares da 3ª Cia./PM, Araruna-PB.

Para o Delegado Regional Luciano Soares a eficiência desta operação deve-se a dedicação dos Policiais Civis do GTE e a contribuição da população, através de denúncias realizadas para o Disque Denúncia 197 da Polícia Civil. “Se a população contribui, a policia consegue agir mais rápido!”.  Considerou o superintendente.  

Com 3ª DRPC 
Postar um comentário