segunda-feira, 22 de agosto de 2011

“Senti que meu nome estava ficando escanteado no grupo, por isso deixei o PMDB.” Afirmou Elmo José.

O ex-vice-prefeito de Dona Inês-PB, Elmo José (foto), participou do jornal da 99/1ª Edição desta segunda-feira (22).



Elmo fez um balanço de sua história política no município, destacando seus serviços enquanto esteve a frente da organizações de eventos e no trabalho com o esporte.

O ex-vice-prefeito disse que, ao sair do poder, Luiz José que, é seu irmão, teria deixado um indicativo de que o nome Elmo José teria espaço para o projeto de 2012, encabeçando a chapa majoritária, porém, momentos depois indicou o nome do seu filho, Sergio José. Foi neste momento que se sentiu injustiçado por entender que depois de tanto contribuir para o grupo, mereceria uma oportunidade de disputar as eleições como cabeça da chapa majoritária.

Elmo acrescentou ainda que dentro do PMDB seu nome ficou restrito, havendo sinais de que seu nome estava sendo escanteado. “Senti que meu nome estava ficando escanteado no grupo, por isso deixei o PMDB.” Afirmou.

Elmo disse que está buscando apoios políticos no município para que seja fortalecido o projeto e assim, ser candidato em 2012 pelo partido.

Sobre a gestão de Antônio Justino, Elmo disse que sua vitória foi conseguida graças a promessas feitas em campanhas, porém, frisou que estes compromissos até agora não foram cumpridos.

Elmo deixou o PMDB e está no PR, sendo presidente da comissão provisório do partido no município. Dia 18 de setembro, as 10h00 haverá um encontro com membros do partido no município. O evento acontecerá na Câmara Municipal, contando com a participação do presidente estadual Wellington Roberto.

Elmo disse que o objetivo do seu projeto é oferecer aquilo que o grupo do prefeito Antonio Justino prometeu e não fez.

Por Júnior Campos
Postar um comentário