quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Exame de conjunção carnal toma chá de sumiço

Não sei como, mas um exame de conjunção carnal que já deveria ter sido apresentado há meses a autoridade competente do município de Riachão-PB, simplesmente sumiu. Curioso né? O problema agora é identificar o (in)responsável por este sumiço.
O médico responsável pelo exame, Dr. Aluisio Paredes, disse que entregou o exame para o IML/Guarabira; no IML ninguém dá conta do exame. Na superintendência também não está. E acredite, com o delegado de polícia de Araruna que, responde por Riachão, também não está.
O exame é para uma comprovação de estupro que, segundo a vítima que, tem apenas 12 anos, aconteceu no dia 04 de julho/2011 durante um passeio. O acusado é o senhor Gilvan da Costa Aquino, conhecido como gigil, de 33 anos.
Longe de mim querer acreditar que o sumiço foi proposital. Prefiro acreditar que em todos os locais tem gente incompetente e irresponsável, até no IML. Será?
O caso deve está indo para a promotoria da comarca de Araruna-PB.

Por Júnior Campos
Postar um comentário