terça-feira, 12 de junho de 2012

MPRN quer coibir dano à Área de Preservação Permanente no município de Passagem-RN

A Promotoria de Justiça da Comarca de Santo Antônio expediu Recomendação para o Prefeito Constitucional do município de  Passagem, a fim de que este cesse a extração de areia da área do leito do rio Jacu, o que é considerado crime ambiental, como  também promova a recomposição do dano ambiental, replantando a área devastada nas margens do rio com espécies vegetais nativas semelhantes àquelas que foram extraídas.

A Recomendação é fruto da investigação realizada nos autos de inquérito civil instaurado a partir da denúncia de um morador do Município, que noticiou à Promotoria  a retirada de areia e da cobertura vegetal do leito do rio Jacu, no município de Passagem/RN, por parte da administração municipal. A denúncia foi confirmada através de parecer técnico enviado pelo IDEMA à Promotoria.


A supressão de cobertura vegetal de Área de Preservação Ambiental (APP) é crime previsto no artigo 38 da Lei nº 9.605/98. A Administração do Município de Passagem deverá encaminhar resposta escrita para a Promotoria da comarca de Santo Antônio e informar quais as medidas adotadas para o cumprimento da Recomendação.

Com MPRN 

Postar um comentário