segunda-feira, 21 de maio de 2012

DONA INÊS-PB. Homem é assassinado com disparo de arma de fogo

O crime ocorreu em um bar no sítio pimenta, zona rural de Dona Inês-PB, no início da noite deste domingo (20).

Aproximava-se das 19h00 deste domingo quando José Pedro da Silva, conhecido como Zé Pedra, de 43 anos, foi alvejado por um disparo de arma de fogo. 

Lindalva, esposa da vítima, contou que estavam bebendo em um bar quando o acusado, com quem a vítima tinha um desafeto, chegou e pediu uma cerveja. Os dois não se olharam. Momentos depois, o acusado Antônio Florentino da Silva, idade não informada, deixou o bar. “Pensei que ele tinha ido embora para sua casa, mas em poucos minutos ele retornou com uma espingarda, desceu da moto e perguntou: - Zé Pedra? Aí disparou contra meu marido.” Narrou Lindalva.

Zé Pedra teria caminhado alguns passos após ser atingido na altura do peito por um disparo de arma de fogo, tipo espingarda soca-soca, quando caiu se agonizando, vindo a óbito no local. O acusado deixou sua moto Honda Titan, cor azul, placa H S I 6160 MS. C. Grande e empreendeu fuga a pé.  


A polícia foi acionada, realizou diligências, mas devido já ser noite, não foi possível localizar o homicida.

Zé Pedra era casado com uma irmã da mulher do acusado, e de acordo com informações de amigos, os dois não vinham se entendendo nos últimos tempos. Para a polícia esta pode ser a única explicação para o assassinato.

A atual esposa da vítima contou que foram namorados na adolescência, mas a vida se encarregou de separa-los. Zé Pedra teria se casa e Lindalva teria ido viver em São Paulo. O  tempo passou e a vida que os separou, se encarregou de uni-los novamente. Com a separação da primeira mulher, com quem teve três filhas, Zé Pedra estava vivendo há cerca de um ano com Lindalva. 

Se vida os uniu, a morte agora os separou para sempre.

Por Júnior Campos
Postar um comentário