quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Polícia prende um maior e apreende um menor quando tentavam roubar motos no brejo

Felipe Santos de Oliveira, 18 anos, residente na localidade de Caboclo e o menor M.D.C, de 15 anos, residente no Tabuleiro, ambos na zona rural de Bananeiras, brejo paraibano, foram pegos por policiais da Força Tática da 2ª Companhia de polícia, Militar do 4º BPM-PB quando tentavam roubar motos na tarde desta quarta-feira (05 ) no município de Bananeiras.


A ação rápida dos policiais evitou que os dois acusados realizassem ações criminosas.


Tudo começou com uma ligação anônima.


A polícia recebeu a informação de que dois indivíduos estavam tentando realizar assaltos na região. Uma guarnição da Força Tática, com o comando do Sargento Galvão, iniciou as diligências e chegou aos dois acusados que, com a presença da polícia não esboçaram reações e confessaram as acusações.


Na delegacia os dois reafirmaram que tentavam roubar motos e que, a vítima seria a primeira que aparecesse em suas miras.


O menor narrou que chegaram a visualizar uma mulher em uma moto biz nas proximidades do distrito de Roma, zona rural de Bananeiras e que, tentaram efetuar o assalto, porém uma quarta pessoa teria se aproximado da vítima, inibindo a ação criminosa.


Os acusados foram pegos quando retornavam para o Taboleiro. Com eles a polícia apreendeu a moto Honda CG titan, cor vermelha, ano 2003, placa KKI 2926-PE e um revolver calibre 38 com seis munições intactas. O menor confessou que a arma pertencia a seu pai, um agricultor.


Felipe confessou ter praticado outros roubos e furtos acompanhado do menor. Em Agosto o menor foi pego com uma moto roubada e autuado por ato infracional de receptação de produto de roubo.

O pai do menor responderá por posse ilegal de arma e omissão de cautela, por a polícia entender que o homem facilitou o acesso do menor à arma.

Perfil do menor

Em conversa com o menor ele revelou que não estuda. Iniciou o EJA, cursando 6º e 7º ano, mas foi expulso da escola devido seu péssimo comportamento. Acrescentou que seu pai não o ajuda e que, para o outro irmão sempre teve ajuda. “Meu pai comprou uma moto novinha para ele e para mim nada.” Desabafou.

O pai do menor declarou que tem t rês filhos. “Dois deles só me dão alegria, mas infelizmente tem este que, é o mais novo, para esquentar minha cabeça.” Confidenciou.

Por Júnior  Campos

Participaram da ação os soldados Ramos, Jailson e Waltervan



Postar um comentário