sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Polícia cumpre mandado de reintegração de posse em Riachão-PB.

30 Famílias tiveram que deixar suas casas na manhã desta sexta-feira (28) na cidade de Riachão, curimataú paraibano. A decisão veio da justiça.


As casas foram construídas com recursos federais através da CEHAP (Companhia Estadual de Habitação Popular), visando beneficiar famílias sem condições para ter a casa própria. Revoltados com a demora na entrega das casas, famílias cadastradas e também sem o cadastro no programa do governo federal, invadiram na última semana as residências que, ainda, nem foram concluídas.

Cerca de 50 policiais militares, comandados pelo capitão Silva Ferreira, acompanhados de um oficial da justiça assinaram um termo de reintegração de posse e deixaram as casas, tirando tudo que tinham dentro.

Muitos sem lugar para ir, colocaram os pertences no meio da Rua e disseram ficar por ali.

Dr. Ana Maria Pordeus, promotora de justiça da comarca de Araruna, disse que será feito um recadastramento, a fim, de identificar as pessoas que atendem aos critérios da CEHAP, para só depois, entregar as residências já prontas.

O diretor técnico, Fábio Moura, retificou as palavras da promotora, acrescentando que o problema na demora da entrega das casas se dá em virtude de problemas com a firma que ganhou a licitação. “Uma nova firma terminará as casas ainda este ano.” Afirmou.

Por Júnior Campos
Postar um comentário