quinta-feira, 12 de setembro de 2013

JACARAÚ-PB. DER intensifica sinalização em trecho da Rodovia PB-071


Depois de mais um acidente fatal na Rodovia PB 071, perímetro do Distrito de Timbó de Jacaraú, que vitimou o mototaxista José Ribeiro de 35 anos na última semana e atendendo as novas reivindicações dos moradores, o DER-PB (Departamento de Estradas e Rodagens), intensificou na manhã desta quinta-feira (12) a sinalização da Pista.

O perímetro que corta o Distrito de Timbó tem cerca de 4 km de extensão e possuía 4 redutores de velocidade com distancia de 1 km de um para o outro. Após o acidente que vitimou uma moradora no fim de julho, desencadeando uma série de protestos que fechou a Rodovia por quase 24 horas, os moradores reivindicaram a construção de mais 5 quebra molas, o que, para eles, obrigaria os motoristas a reduzirem a velocidade no trecho. Após conversação com os líderes do movimento, entre eles o vereador de oposição do município Junior de Jair, o DER atendeu a reivindicação dos populares.

Contrariando o que dizia os moradores, após a construção dos 5 redutores, os acidentes aumentaram e com uma incidência ainda maior; segundo informações repassadas por profissionais do Posto Médico local, foram cerca de vinte vítimas de acidentes com ferimentos leves  e um com vítima fatal, em menos de um mês. Para os moradores, desta vez a culpa seria pela falta de sinalização no local das novas lombadas e ainda pela construção, segundo eles, totalmente fora dos padrões.

Em entrevista ao blog, o senhor Fleming Cabral, diretor de manutenção e conservação das Rodovias do DER-PB, negou que os redutores de velocidade estejam fora dos padrões, segundo ele “não se constrói tantos quebra molas em curta distancia”. Os redutores seguem um padrão legal, “são 9 redutores em 4 km, isso dá uma média de um redutor a cada 500 metros, é inviável, mas atendemos aos anseios do povo”, seguiu dizendo o diretor. Sobre a falta de sinalização ele disse que “as placas de sinalização estão lá, no início, durante e no fim do trecho, tecnicamente  não seria mais necessário uma sinalização também no quebra molas; mas estamos aqui, mais uma vez atendendo aos anseios da população, mesmo sabendo que este não é o motivo para os acidentes”, finalizou.

Colaboradora Pery Camilo
Postar um comentário