terça-feira, 3 de julho de 2012

PM de Dona Inês recupera veículo roubado no RN

A polícia do destacamento de Dona Inês, no curimataú paraibano, recuperou na manhã desta segunda-feira (02) o veículo Kadet, de cor branca, placas HVT 2653-João Câmara/RN, furtado no dia 14 de Dezembro de 2011, na cidade de João Câmara-RN. A apreensão do veículo ocorreu nas proximidades de Cachoeirinha, município de Tacima-PB, após o proprietário, que vinha rastreando o veículo, acionar a polícia. 

 O veículo foi furtado do comerciante, Lênion Cândido de Moura, e estava com Sebastião Xavier de França, de 41 anos, residente em Cachoeirinha.

Sebastião disse ter trocado um veículo gol no veículo Kadet com um homem identificado como Marcelo, da Cidade de Belém-PB. Acrescentou que não sabia da procedência criminosa do veículo. O homem deve responder por crime de receptação, porém, o acusado conseguiu provar que não tinha conhecimento da origem criminosa do veículo.

O veículo foi entregue ao proprietário.

O furto

De acordo com o comerciante, o acusado Luiz Gerônimo da Silva, o Luiz de Bodinho, se chocou com um caminhão caçamba, em seu comércio na Rua João Furtado, no centro da cidade de João Câmara-RN. 

Após o acidente a polícia foi acionada e exigiu a documentação do veículo. Luiz de bodinho teria dito que os documentos do caminhão estariam com o seu patrão. O acusado disse que precisava ir buscar os documentos, e para isso pediu o carro Kadet, pertencente a vítima, para ir até a empresa. A vítima emprestou o carro e ainda lhe deu uma quantia em dinheiro para o abastecimento de combustível. O acusado foi embora e não mais voltou com o veículo.

Após o ocorrido, a polícia descobriu que o caminhão caçamba havia sido comprado de uma empresa pelo acusado e pago com cheques roubados.

Luiz de bodinho está sendo procurado pela polícia do Rio Grande do Norte.

Na recuperação do veículo participaram o Sargento PM Dos Santos, comandante do destacamento local, e o Soldado PM Marinho. O delegado de polícia civil, Dr. Formiga, realizou os procedimentos de praxe.

Por Júnior Campos
Postar um comentário