segunda-feira, 30 de julho de 2012

MARÍ-PB. Após irmãos serem mortos e esquartejados, polícia elucida crime

A imagem que você ver ao lado é real. Longe das imagens de ficção, os pedaços de corpos pertenciam a dois irmãos que foram brutalmente assassinados. Willian Andrade Ferreira, de 17 anos, e Clemilson Andrade Ferreira, de 14 anos, vulgo "Kekeu" foram esquartejados por criminosos frios e impiedosos.

Os corpos foram encontrados pela polícia militar do destacamento de Marí na manhã do último domingo (29) às margens de um açude conhecido como "açude do governo", no município.

O crime chocou o município que vem despontando como um dos mais violentos na Paraíba. Somente este ano já foram mais de 15 homicídos, em sua maioria com características de execução.

A violência com a qual os irmãos foram mortos levou a polícia a intensificar as investigações e na manhã desta segunda-feira (30) Leonardo Miranda da Silva, 20 anos de idade, residente no Bairro Procanor, em Marí, foi preso após confessar participação no bárbaro crime. Com a prisão deste acusado a polícia conseguiu chegar a José Carlos do Nascimento Francisco, 27 anos, vulgo "barata" (foto abaixo) e dois adolescentes V.A.L. de 16 e R.B.S 17 anos, respectivamente; ainda foram aprendidos uma espingarda calibre 12 com duas munições, uma foice, um facão e uma faca. Segundo a Polícia os envolvidos confessaram que o material foi utilizado no crime.

Um desentendimento de um dos acusados com uma das vítimas teria levado o bando a praticar o crime com requintes de crueldade. Os envolvidos alegaram ter envolvimento com drogas e participar de uma facção criminosa.

Segundo o portal de notícias Nordeste1, o delegado regional de Polícia Civil, Dr Hugo, declarou que com base nas prisões e apreensões, na quantidade de crimes e na apuração feita, se pode afirmar que existe um grupo de extermínio agindo na cidade.

Por Júnior Campos
Com informações e imagem do Nordeste1
Postar um comentário