terça-feira, 4 de setembro de 2012

RN. Morre 2º Policial Civil envolvido em confronto com bandidos em São José de Mipibu

O policial civil Antônio Pereira Pinto Neto, irmão de coronel Alves, comandante do policiamento metropolitano de Natal, morreu na manhã desta terça-feira(4), por volta das 7h50, no hospital Walfredo Gurgel. Ele havia passado por cirurgia após ter sido baleado durante um confronto com uma quadrilha no município de São José do Mipibu.

Na ocasião, o seu parceiro de viatura, Jovanes Oliveira Borges, 39 anos,  também foi morto ainda no local com vários disparos de fuzis.

Encontrado com vida, o agente Antônio Pereira Pinto chegou a ser encaminhado para o hospital Deoclécio Marques com disparos nas regiões da cabeça e tórax e, em seguida, transferido para Natal.

De acordo com a Polícia Civil, quatro bandidos participaram do tiroteio, que também resultou na morte do fugitivo de Alcaçuz Marcos Aurélio Amador Alves, alvejado no peito durante ação da polícia. 
A emboscada

Um trabalho de recuperação de veículo roubado terminou em confronto entre cerca de quatro bandidos e policiais civis na comunidade Taborda, localizado no município de São José do Mipibu, às margens da BR-101, nas proximidades de Parnamirim. A ocorrência foi registrada por volta das 21h40 dessa segunda-feira(3), depois que uma viatura da polícia acabara de recuperar uma caminhonete L200, em uma granja na localidade. A informação foi confirmada pelo tenente Mussoli, oficial da Polícia Militar em serviço. Segundo o PM, a viatura envolvida no tiroteio estava com dois policiais; um deles, Jovanes Oliveira Borges, 39 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu antes do socorro médico, enquanto o segundo, Antônio Pereira Pinto Neto, irmão do comandante do policiamento metropolitano, coronel Alves, foi encaminhado para o pronto-socorro Clóvis Sarinho em estado grave.

Segundo o tenente Mussoli, o encontro dos policiais com os bandidos deu início após a recuperação do veículo. "A informação que temos é que cerca de quatro homens armados com fuzis saíram de uma área de matagal e não deram chances aos policiais, que foram surpreendidos e baleados”, explicou. Após os disparos, policiais militares se dirigiram ao local e encontram os agentes baleados. A viatura onde estavam os policiais ficou crivada de balas. 
Com DNOnline
Postar um comentário