quinta-feira, 20 de setembro de 2012

NOVA CRUZ-RN. Polícia faz terceira apreensão de drogas em menos de 20 dias. Parte da droga foi encontrada dentro de tomates.


Essa foi a terceira apreensão de drogas em menos de um mês realizada pelas polícias Civil e Militar na cidade Nova Cruz, município localizado no agreste potiguar.

As primeiras apreensões ocorreram nos dias 06 e 07 de setembro, quando cerca de 175 pedras de crack, cinco trouxas de maconha, embalagens plásticas para embalar as drogas e uma balança de precisão, foram apreendidas.

No começo da madrugada desta quinta-feira (20) a Polícia Civil juntamente com a Polícia Militar, realizou mais uma grande apreensão de drogas, desta vez, na Rua da Palha.

A polícia chegou aos traficantes após uma denúncia anônima dando conta de que no local da ação policial, existia um ponto de venda de drogas, a chamada boca de fumo. Em uma ação conjunta com a Polícia Militar; a equipe da polícia Civil deslocou-se até o endereço mencionado, onde a denúncia foi confirmada.

Foram encontradas na residência, 19 pedras de crack, 33 trouxinhas de maconha, além de 2 tabletes da erva, com cerca de 1,5 quilo. Tmbém foi apreendida a quantia de R$ 1.134,65 (Hum mil cento e trinta e quatro reais e sessenta e cinco centavos). 

Os irmãos Adriano da Silva, de 35 anos de idade e Gilvan da Silva, de 28 anos, foram presos em flagrantes e encaminhados a 6ª Delegacia Regional da Polícia Civil, sediada em Nova Cruz para os procedimentos legais. 

O delegado regional, Dr. Normando Feitosa, que responde pela 6ª DRPC, disse que esse é um trabalho permanente e que tirar as drogas das Ruas é um objetivo do seu trabalho. “A droga é responsável pela existência de crimes como, furto, roubo, acerto de contas e outros mais, por isso é importante que seja combatida.” Ressaltou o delegado.



Algo que chamou a atenção da polícia foi o fato da quantidade de craque está escondida dentro de tomates que eram comercializadas pelos acusados que, são comerciantes de frutas, verduras e legumes.

A ação das polícias foi denominada "Operação Fim de Feira".



Por Júnior Campos
Imagens / 6ª DRPC

Postar um comentário