segunda-feira, 24 de setembro de 2012

RIACHÃO-PB. Jovem confessa autoria do assassinato de Michael Jackson e três suspeitos são soltos

Após quatro meses de detenção, foram liberados na última quinta-feira (20) Edvânio Jacinto Cunha, conhecido como Vando, 36 anos de idade; Edivanildo Pompílio da cunha, 30 anos, vulgo Catemba e João Batista da Costa, conhecido como Batista.

Os três homens estavam presos na cadeia pública de Araruna desde Abril/2012 quando foram apontados por um jovem identificado como Fagner, como sendo autores do bárbaro homicídio que vitimou José Ramos dos Santos, Michael Jackson, 53 anos. Michael Jackson foi assassinado a pedradas no final da noite do dia 15 de Abril/2012.

A polícia chegou aos suspeitos após Fagner que, ainda era menor de idade, revelar ter participado do crime e citar os nomes dos outros três, como participantes.

Na semana passada, após confissão do acusado que, disse friamente ter assassinado a vítima por pura banalidade, a justiça julgou improcedente a denúncia do ministério público e decretou a sentença impronuncia dos acusados, ou seja, os citados por Fagner, Não irão para o tribunal do júri.

Fagner cumpriu um período de reclusão no CEA em João Pessoa, mas foi solto e recentemente voltou a ser preso por roubo e lesão corporal. O jovem está apenado na cadeia pública de Araruna.

Batista, Valdo e Catemba, estão em liberdade e por Fagner, foram inocentados.  

Por Júnior Campos
Postar um comentário