quinta-feira, 23 de junho de 2011

Mulher é presa em Araruna acusada de estelionato e mais dois crimes.

Ana Maria Ribeiro de Lima, de 30 anos, residente em Araruna, curimataú paraibano, foi presa na manhã desta quarta-feira (22) através de um mandado de prisão expedido pelo Juiz da comarca de Araruna, Dr. Ricardo da Silva Brito. Eletrodomésticos também foram apreendidos.

De acordo com as informações repassadas pela polícia, uma vítima procurou a polícia para denunciar a acusada. Segundo a denúncia Ana Maria teria pegado a identidade da vítima, arrancado a foto e colocado a sua. Com isso, ela teria ido a vários pontos comerciais usando a identidade da vítima e realizado várias compras. Eletrodomésticos e até uma motocicleta teriam sido comprados pela acusada, se utilizando da identidade falsa.

“Após esta denúncia outras pessoas procuraram a polícia para prestarem queixa contra a mesma mulher, todos acusando Ana Maria da mesma prática criminosa. Algumas dessas, dizendo terem sido forçadas a fazer as compras.” Comentou Dr. Ilamilton, delegado de polícia da cidade de Araruna. “Após as vítimas realizarem compras, Ana Maria se apropriava dos bens.” Acrescentou.

Diante das denúncias Dr. Ilamilton iniciou as investigações; localizou os objetos; intimou a estelionatária para ouvi-la e formalizou os três inquéritos pedindo a prisão preventiva da acusada e a expedição dos mandados de buscas e apreensões.

Foram apreendidas, duas geladeiras; um fogão; um frízer; um fogão e um veículo Pálio, cor vinho; placas MOE-9978/PB de propriedade da acusada. De acordo com Dr. Ilamilton o veículo foi comprado com o dinheiro da moto e dos objetos vendidos a terceiros.

As apreensões aconteceram nas localidades de mata velha e barreiros, zona rural de Araruna.

Ana Maria está presa, sendo acusada por estelionato; apropriação indébita e ameaça.

A operação contou com a participação da polícia militar, tendo a frente, o Capitão Silva Ferreira, comandante da 3ª Cia. da PMPB.


Mulher sendo presa

Material apreendido



Veículo apreendido

Por Júnior Campos
Postar um comentário