terça-feira, 7 de junho de 2011

"Me senti um nada." Disse ex-membro do Conselho Tutelar de Belém-PB.

Sua declaração foi dada na Talismã FM, no Jornal da 99/1ª Edição desta terça-feira (07). Lucinha Moura foi membro do Conselho Tutelar de Belém por mais de 5 anos. "Na época nem tínhamos remuneração. Fazíamos por amor e com muita dedicação." Lembrou Lucinha.



A ex-conselheira disse que ao participar da entrega do veículo ao Conselho Tutelar na noite desta segunda-feira (06) se sentiu um nada. "Me sentí um nada.   Foi como se todo meu trabalho não tivesse tido nehum tipo de valor."

Lucinha fez questão de lembrar que quando iniciou seu trabalho, comprou uma moto para dá suporte aos conselheiros e que não queria um reconhecimento político por isso, mas, esperava que os ex-conselheiros, pelo menos, fossem lembrados, o que não aconteceu.

Destacou que ficou triste por durante o evento da entrega do veículo terem dado ênfase a três membros do conselho, deixando de fora, João Moura e um outro membro.

Lucinha Moura ressaltou que todas as conquistas adquiridas pelo Conselho Tutelar de Belém, tiveram início desde a sua participação. Frisou a participação da vereadora Betânia que, sempre levantou a bandeira dos conselheiros.

O Naldo Avelino, suplente do conselho tutelar, por telefone, também demonstrou insatisfação com a forma como a qual os ex-conselheiros e os suplenes foram destratados. "Tive mais de 500 votos, será que não merecia ser lembrado?" Questionou.


Por Júnior Campos
Postar um comentário