sábado, 25 de agosto de 2012

Polícia recupera moto tomada por assalto no município de Belém-PB. Acusados já foram presos.

A moto Honda NXZ 150 Broz, de cor amarela, placa NPT-9895/PB, tomada por assalto no dia 08 de Agosto/2012, no município de Belém, foi recuperada na tarde desta sexta-feira (24).

De acordo com o Agente de investigação da polícia civil, Pereira que é integrante do GTE (Grupo Tático Especial/3ª DRPC), a moto foi recuperada após denúncias anônimas e estava com Roberto Vagner Moreira da Silva, residente no sítio Lagoa do Mato, município de Serrara.

Ainda de acordo com o agente, o homem que foi conduzido para a delegacia para os procedimentos legas, disse ter comprado a moto na cidade de Arara-PB, pela quantia de 1 mil real. A polícia vai investigar agora quem seria esse homem.

O agente investigativo teve o apoio do Sargento PM João Silva, do município de Borborema, na ação que resultou na recuperação da motocicleta.

O assalto
 
Quatro pessoas viveram momentos de terror nas mãos de criminosos na noite desta quarta-feira (08).

Por volta das 21h30, Francisco Gonçalo Rodrigues, de 43 anos de idade, residente no sítio Angelim, na zona rural de Belém, voltava para sua residência quando ao passar pelo açude do grotão foi abordado por três criminosos que, a pé e armados, anunciaram o assalto.

A vítima relatou que os criminosos disseram que apenas queriam a moto. Francisco acompanhado de sua esposa, ainda estava sob a mira dos criminosos, quando outra vítima que passava pelo local foi abordada. O homem que não teve identidade informada estava acompanhado de sua sogra em outra moto. As quatro vítimas foram amarradas em uma árvore, enquanto os criminosos fugiram nas motocicletas. 

A moto da segunda vítima foi abandonada nas proximidades do local da ação criminosa. Já a moto Honda Broz 150, de cor amarela, placa NPT-9895/PB, foi levada pelos assaltantes que, não deixaram pistas do paradeiro.

As vítimas conseguiam se soltar e acionaram a polícia.
 
Prisão dos Acusados
 
A polícia desarticulou nesta quinta-feira (09) uma quadrilha que agia no roubo a motos na região do brejo paraibano. Quatro acusados foram presos.

A ação das polícias Civil (GTE) e Militar (Serviço de inteligência) começou após um roubo a duas motos na noite da quarta-feira (08) nas proximidades da cidade de Belém, onde três elementos tomaram duas motos por assalto e deixaram quatro pessoas amarradas. No local da ação criminosa a polícia encontrou um caderno de estudos pertencentes a um dos acusados. Foi a partir da identificação e prisão de Rodrigo José Francisco, de 22 anos de idade, residente no sítio taboca, município de Guarabira-PB, que a polícia chegou ao resto do bando.

Negada, Dedé, Rodrigo e Berg.
Foram presos Ronaldo Bertolino da Silva, vulgo "Negada", de 22 anos, residente no bairro do Cordeiro, em Guarabira; João Paulino dos Santos, conhecido como Dedé, de 22 anos, residente na Rua 21 de abril, em Belém; Rodrigo José Francisco, de 19 anos, residente no Sítio Taboca, em Guarabira; e Lindemberg Felinto da Silva, conhecido como Berg, de 22 anos, residente na Vila Pe. Cícero, em Guarabira. 

Dedé negou participação no crime, relatou que apenas ofereceu um lanche aos criminosos antes da ação e que não sabia do plano criminoso do trio. Negada foi apontado como sendo o mentor do grupo, mas negou toda a acusação. Rodrigo disse que acompanhou o grupo. Porém não participou ativamente da ação criminosa. Lindenberg confessou fazer parte do grupo.

A chave da motocicleta Honda Broz, cor Amarela, placa NPT-9895/PB, foi encontrado na casa do acusado Negada, porém nenhum dos criminosos soube informar o paradeiro da motocicleta.

Todos os acusados já tem passagens pela polícia.

Dr. Ricardo Sena, delegado de polícia que comanda o Grupo Tático Especial, disse que não é descartada a participação dos criminosos em outras ações da mesma natureza na região do brejo paraibano. Os acusado foram autuados por roubo, qualificado pelo emprego de arma de fogo e concurso de argentes, e ainda por formação de quadrilha.
 
Por Júnior Campos
 
 
Postar um comentário