segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

BANANEIRAS-PB. GTE e Serviço de Inteligência desvendam crime de tentativa de furto na zona rural do município. Acusado que foi baleado, disse que tinha sofrido um assalto.

(José Miranda)
Antônio Carlos Rocha Lacerda, de 20 anos, residente na Rua Targino Neves, em Bananeiras, deu entrada no Hospital Regional de Solânea na noite deste Domingo (03) com um ferimento a bala. No hospital, o paciente informou que teria sofrido um assalto na localidade do Taboleiro/Bananeiras e que, o assaltante, após roubar sua moto, teria lhe alvejado com um disparo de arma de fogo.

A polícia foi informada da ocorrência e passou a investigar o caso. O GTE (Grupo Tático Especial) da Polícia Civil 3ª DRPC/Guarabira-PB e o Serviço de Inteligência do 4º BPM-PB, entraram no caso nesta segunda (04 ) e após várias  investidas, conseguiram desvendar o que de fato ocorreu. 

As informações colhidas levaram a Polícia até José Miranda de Sousa, de 23 anos, residente no sítio Coco, irmão da vítima do disparo. Foi através deste, que o GTE passou para uma outra linha de investigação, que apontou Antônio Carlos, não como vítima de assalto, mas como acusado de uma  tentativa  de furto.

A TENTATIVA DE FURTO

O senhor Eduardo Alves de Oliveira, proprietário de uma terra, no sítio Coco, de Bananeiras, vinha sendo vítima de constantes furtos em sua propriedade. Os criminosos agiam na calada da noite e furtavam sua plantação de bananas e de macaxeiras.  Na noite do último domingo (03), o proprietário montou campana e flagrou os irmãos no momento em que tentavam furtar a plantação. O dono das plantações teria dado ordem de parada e em seguida, para conter os criminosos, efetuou um disparo, atingindo o Antônio Carlos que deixou para traz uma espingarda de fabricação caseira.

O irmão do dono das terras entregou a arma usada para alvejar o acusado do furto, uma espingarda de cartucho, calibre 38, e ainda entregou mais um revolver calibre 38, juntamente com a arma da dupla. Seu Eduardo Alves, autor do disparo, foragiu da polícia para livrar o flagrante.

A polícia ainda apreendeu, na casa de Antônio Carlos, a moto Honda Fan, de cor preta, placa GXB 1941-MG que, na versão do acusado de furto, teria sido roubada. 

A vítima do disparo foi transferida para o Trauma de Campina Grande, onde deve ficar custodiado até sua recuperação.

Por Júnior Campos
Postar um comentário