quinta-feira, 15 de novembro de 2012

PB. Professores em Araruna e em Lagoa de Dentro estão com salários atrasados. Foi o que disse a presidente do SINDSERVEM.

Professores da rede municipal de ensino dos municípios de Araruna, no curimataú paraibano e de Lagoa de Dentro, no brejo da Paraíba, estão com os salários atrasados. Foi o que informou a professora Penha Viana, presidente do SINDSERVEM (Sindicato Unificado dos Servidores Públicos Municipais da Região do Brejo-PB), na última segunda-feira (12), durante assembleia com professores do município de Araruna que reivindicam seus salários.

A professora disse que o secretário de educação do município de Araruna comunicou que não há recursos suficientes para o pagamento de remuneração dos professores e que, para isso, será necessário uma suplementação que, deve ser aprovada pelos vereadores, para o pagamento da folha. A professora considera ilegal a suplementação para a educação, considerando que os recursos do FUNDEB são sagrados, sendo assim, desnecessária, além de ilegal, essa suplementação.

A professora considerou como principal problema para o atraso do pagamento dos professores, a grande quantidade de cargos comissionados existentes na pasta de educação. A representante do sindicato disse que solicitou através de ofício a relação dos funcionários, com valores pagos para poder acionar a justiça.

Penha Viana revelou ainda que há várias escolas na zona rural onde os alunos estão sofrendo com a falta da merenda escolar.

Já em Lagoa de Dentro, a problema é semelhante. Professores estão com salários atrasados. O mês de setembro foi pago há poucos dias e o mês de outubro ainda não foi pago. A professora disse que acionará o Ministério Público da comarca de Jacaraú-PB.

Por Júnior Campos
Postar um comentário