quarta-feira, 21 de agosto de 2013

PASSA E FICA-RN. Insatisfação da população com o policiamento de trânsito é culpa do Estado.

Imagem ilustrativa
A chegada do policiamento de trânsito tem atrapalhado o comércio da nossa cidade.” Declarações como essa tem sido comum na boca de passifiquenses. É que recentemente a Policiamento de trânsito tem intensificado as fiscalizações através de blitz na cidade que tem como objetivo evitar que condutores de veículos trafeguem de forma irregular. Motos e carros com emplacamentos atrasados, falta do uso do cinto de segurança e do capacete, tem sido alvo do trabalho dos policiais. 

Para alguns esse serviço tem feito com que pessoas evitem a cidade, temendo perder seus veículos. Isso Justifica as declarações do tipo; “A chegada do policiamento de trânsito tem atrapalhado o comércio da nossa cidade.”

O fato é que a polícia não está fazendo nada mais do que devia. O que é Lei nesse país deve – devia – ser cumprido. Isso e fato. Mas temos um agravante em tudo isso. 

... VAMOS PENSAR UM POUCO – Nos grandes centros você não encontra motoqueiro sem capacete, motorista sem o cinto de segurança e, nenhum desses, sem habilitação e sem a documentação do veículo em dia. Por quê? Simples. Há uma fiscalização constante. A qualquer momento o condutor sabe que pode ser abordado. Mas a Lei que é cumprida nesses grandes centros é a mesma que consta no Código Nacional de Trânsito, válida para toda a extensão do País. Seja na Capital São Paulo, ou no sítio Cipoal/Passa e Fica- RN.
 
... VOLTANDO AO ASSUNTO - A grande verdade é que o Estado, nesse caso representado pela polícia de trânsito, é a principal responsável por essa confusão que ocorre em todo interior dos municípios brasileiros. Sabe que deve fazer a Lei ser cumprida, mas deixa a coisa correr à revelia. Faz vista grossa. Aí o agricultor, homem simples do campo ou mesmo da cidade, entra em uma zona de conforto, causada pelo próprio estado e adquiri esses veículos, em sua maioria irregular. E o errado passa a ser tão comum, que o cidadão de bem, passa a achar que ele é que está certo e a polícia está errada.

Ou há um projeto integrado que abranja toda a extensão territorial dos estados, ou não vamos avançar em nada. Fazer com que a Lei seja cumprida em Passa e Fica e deixar Serra de São Bento, Monte das Gameleiras, Lagoa D´Anta, Tacima-PB, e outros municípios vizinhos sem esse trabalho, é  o mesmo que enxugar gelo. 

Mas e a polícia tem estrutura suficiente para fazer esse trabalho em toda a extensão do estado? Com que condições esses homens trabalham?

Perguntar não ofende!

Direto do Blog
Postar um comentário