quarta-feira, 21 de agosto de 2013

BANANEIRAS-PB. Assassinato de Boby completa 2 anos sem elucidação

(Foto: Arquivo da Net)
Era manhã de domingo, 22 de Agosto de 2011. Dois corpos crivados a bala eram encontrados no sítio Cana Brava, próximo ao túnel, na zona rural de Bananeiras. A informação chegou à polícia através de populares. 

Em seguida veio a constatação. Os corpos eram de João Miguel Souza Graciano, de 40 anos e de Jobson Ramalho Ribeiro, conhecido como Boby, de 26 anos de idade. O crime cercado de mistérios, ainda é uma incógnita para a família e para a Polícia Investigativa que depois de dois anos, ainda não conseguiu as respostas que precisa para a elucidação do duplo assassinato.

Intrigado com o crime, o pai do Boby, o militar aposentado José Filgueira, em Junho do ano passado, distribuiu uma carta aberta onde pedia mais empenho da Polícia e justiça para o assassinato do seu filho. “Que as autoridades competentes se sensibilizem com esta situação, que cada uma faça a sua parte, que os culpados possam pagar pelos crimes cometidos, mas de forma justa e não com a própria vida, que a verdade e a justiça prevaleçam sempre. Queremos e precisamos acreditar que a justiça será feita e, para finalizar, é necessário repeti: A impunidade alimenta a violência e a criminalidade.” Trecho retirado da Carta que foi enviada, com exclusividade, para o blog do Mago.

O Dr. Edvandro Trindrade, Advogado Criminalista, é o advogado constituinte da família do Boby. Em recente entrevista concedida ao radialista Cleon Batista, o advogado disse temer que o crime venha a prescrever, considerando o Art. 109 do Código Penal Brasileiro. “A Prescrição é a perda do direito de punir o autor do fato pelo decurso do prazo em que o delito poderia ter sido conhecido, ou a pena executada, pelo Poder Judiciário.” Fonte: Penal em Resumo.

Declarou que até o momento apenas existe o inquérito policial, sem elucidação nenhuma. Revelou que em virtude disso o magistrado, Dr. Antônio, Juiz de Direito da Comarca de Bananeiras, teria requerido da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social da Paraíba, um delegado especial para apurar o duplo homicídio e outros crimes registrados no município, que ainda não foram elucidados. Para o advogado o mais interessante é descobrir quem assassinou o Boby. 

Em outro ponto da entrevista, o Advogado Criminalista frisou que; “o inquérito não aponta se quer a motivação do crime.”. Disse ainda que há várias contradições nos autos. 

Dr. Edvandro comentou que a única informação que tem, nada formal, é a de que no tempo estaria existindo um atrito entre a vítima Bob e a família da sua companheira, identificada como Valdíria. Segundo informações de vizinhos, repassadas ao advogado, a mulher e sua família estariam insatisfeitas com a conduta do Boby. 

Sem autoria e sem motivação. Assim está o caso do duplo homicídio que completa dois anos nesta quinta-feira, 22 de Agosto.

Direto do Blog 
Postar um comentário