terça-feira, 20 de agosto de 2013

Delegados comemoram inauguração da nova Acadepol que se torna uma das instituições de ensino da polícia civil mais modernas do país


Um clima de gratidão tomou conta da cerimônia de inauguração da nova Academia de Ensino da Polícia Civil da Paraíba (ACADEPOL), na manhã desta segunda-feira (19). Autoridades da área de segurança, políticos e membros das polícia civil participaram da solenidade que teve a presença do governador Ricardo Coutinho (PSB) e do empresário Roberto Santiago. Integrantes da Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba (ADEPDEL-PB) comemoraram a entrega do equipamento.

“É uma ganho para toda a sociedade civil. Desta escola sairão policiais mais capacitados que contribuirão para aumentar o índice de repressão qualificada no Estado. Agradeço a coragem do governador Ricardo Coutinho, por este ato de coragem ao lutar pela Acadepol diante de tantas críticas e hoje entregar essa obra com tal magnitude”, disse o delegado Cláudio Lameirão presidente da Adepdel que, na ocasião, representou os alunos que concluíram um dos cursos de especialização da Acadepol.

Em seu discurso, Ricardo Coutinho ressaltou as dificuldades que passou para a construção do novo centro de ensino em parceria com a iniciativa privada. “Que esse episódio sirva de lição para aqueles que foram contra a concretização desta Academia. Conseguirmos inaugurar este equipamento mostra que estamos no caminho certo. A parceria, desta obra que gerou cerca de quatro mil empregos, com Roberto Santiago foi criticada como se ele fosse um empresário de fora e não da terra. Fazendo a coisa certa seguiremos em frente. O povo sabe o que tem consistência e o que é aparência. O povo não é burro”, disse o governador.

De acordo com o governador, o equipamento deixa a polícia da Paraíba equiparada à Região Sudeste no tocante a equipamento e estratégia. “Hoje podemos dizer que a Polícia se equipara em armamento e estratégia ao Sudeste. Também não esqueço o nosso efetivo, não podemos ter apenas 1800 concursados na polícia civil”, afirmou Ricardo Coutinho.

O diretor da Acadepol, o delegado Bergson Almeida também ressaltou a luta pela conclusão da obra da instituição e afirmou que espera ser, a inauguração, o início de outras ações em prol da segurança. “Posso dizer ao governador que a inauguração da Acadepol, no tocante à segurança, fará 40 anos em quatro. Também almejo o aumento do efetivo da nossa polícia com a contratação dos concursados que acredito ser o próximo passo do governador. Estamos no caminho certo”, comemora o diretor.

Acadepol

A estrutura da Academia de Polícia atenderá as necessidades da polícia civil por, pelo menos, 15 anos. São 14 salas de aula, dois laboratórios de informática, um bloco administrativo, bloco para a pós-graduação, uma biblioteca e o núcleo de prevenção à violência. A estrutura também oferece um alojamento com capacidade para 80 policiais, pista de atletismo e um campo de futebol.

Para a prática dos alunos a Academia possui um stand de tiro e uma favela cenográfica para os treinamentos além de uma área para paintboll. Um simulador virtual de tiro também é destaque entre as ferramentas de treinamento, a máquina simula até o ruído dos tiros e o recuo da arma no momento do disparo. “O simulador está associado a um caminhão que pode ser levado para todo o Estado. Sem dúvida uma das melhores estruturas do país”, afirma Bergson.

Ascom Adepdel

Postar um comentário