quinta-feira, 6 de junho de 2013

DUAS ESTRADAS-PB. Corpo é encontrado em estado de decomposição. Há sinais de violência.


A polícia recebeu a informação na manhã desta quinta-feira (06), através de um popular, de que o corpo de um homem tinha sido encontrado em uma cisterna abandonada, no sítio Carapuça, em Duas Estradas. 

No local a polícia recebeu a informação de que o corpo, encontrado já em estado de decomposição, era de Manoel Messias da Silva, de 29 anos de idade, residente na localidade de Carapuça, zona rural de Duas Estradas. O homem estava desaparecido desde o dia 24 de Maio quando foi visto a noite no sítio Lagoa de Velhas, de Sertãozinho, dizendo que ia ao encontro de uma pessoa que teria agredido seu tio. Teria sido a última vez que o homem foi visto.

Irmão da vítima, Edson, com o PM
Edson da Silva, de 31 anos, irmão da vítima, disse que desde o dia 27 de Maio que a família estava a procura do homem. “Nós começamos a procurar por Messias três dias depois que ele desapareceu, mas não imaginávamos que ele pudesse está tão próximo.” Declarou Edson.

Mãe da Vítima reconhecendo o corpo
O irmão da vítima não soube informar se Messias tinha inimigos, nem quem poderia ter praticado o crime. Para a polícia, Messias foi morto em outro local e desovado no ponto encontrado. “Possivelmente a vítima foi morta em outro local e trazido para este.” Comentou o Cabo PM Damião. Os pés da vítima estavam amarrados.

A mãe de Messias, identificada como Severina Antônio da Silva, disse querer justiça para o acusado do crime e não descartou a participação de outro filho, identificado como Nildo, no caso. De acordo com as informações repassadas pela própria mãe, Nildo é violento e já teria tentado contra a vida do Messias. 

Nildo que esteve no local, negou ter tido participação no homicídio do irmão e garantiu que as intrigas do passado, ficaram no passado.

A polícia civil vai investigar o crime.
Por Júnior Campos

Postar um comentário