quarta-feira, 24 de abril de 2013

ARARUNA-PB. Vereadores não comparecem à Câmara para receber professores que faziam manifesto em prol de melhorias para a categoria


Cadeiras vazias e plenário sem representantes do legislativo, esse foi o cenário encontrado na Câmara Municipal de Araruna, na tarde desta terça-feira (23), quando professores da rede municipal de ensino se reuniram para terem um diálogo com os vereadores visando as melhorias para a categoria. No caso do município, o pagamento do piso salarial com o reajuste salarial de 7,97, para o piso do magistério em 2013, é algumas das reivindicações – A nível nacional ainda insuficiente, representando o menor índice dos últimos três anos - . 

Os professores se concentraram na escola João Alves e saíram pelas principais ruas da cidade até a Câmara Municipal, onde deveriam ser recebidos pelos vereadores; o que não aconteceu. Uma funcionária da casa disse que os vereadores informaram que já estavam com outros compromissos agendados para o horário.

Para a representante da categoria no município, Professora Rita, que disse ter entregado na última sexta-feira (19) um ofício que solicitava a realização de uma sessão extraordinária para tratar do assunto em pauta; a ausência dos vereadores na Casa Legislativa foi uma demonstração da ingerência política partindo do Poder Executivo no Legislativo municipal. Rita adiantou ainda que se até o dia 30/Abril, não houver nem um sinal de entendimento, do poder executivo com a categoria, a classe entrará em greve, por tempo indeterminado. 

Os profissionais de educação pretendem voltar à Câmara Municipal na próxima sexta-feira (26) quando os vereadores devem está reunidos em sessão ordinária.

Por Júnior Campos

Postar um comentário